Apple anunciou o lançamento do novo MacBook Pro de 13 polegadas nesta terça-feira (10). Trata-se do primeiro da linha a contar com o chip M1, de fabricação própria, que tem arquitetura ARM e promete maior velocidade em relação aos modelos com processador Intel. O preço sugerido parte de R$ 17.299 no Brasil, para a versão com SSD de 256 GB.

“A introdução de três novos Macs com o inovador chip M1 da Apple representa uma mudança ousada que levou anos para ser feita e marca um dia verdadeiramente histórico para o Mac e para a Apple”, disse Tim Cook, CEO da Apple. “M1 é de longe o chip mais poderoso que já criamos e, combinado com o Big Sur, oferece desempenho alucinante, vida útil da bateria extraordinária e acesso a mais software e aplicativos do que nunca. Mal podemos esperar que nossos clientes experimentem esta nova geração de Mac e não temos dúvidas de que ela os ajudará a continuar mudando o mundo. ”

M1 é o primeiro chip da Apple projetado especificamente para o Mac e o chip mais poderoso que já criou.

O novo MacBook Pro tem Tela Retina de 13 polegadas com tecnologias IPS e True Tone, assim como o modelo lançado aqui no Brasil em junho deste ano. A grande diferença fica pelo interior do laptop, que agora inclui o chip M1.

O SoC tem CPU de 8 núcleos e proporciona desempenho 2,8 vezes superior em relação à geração anterior, além de gráficos até cinco vezes mais rápidos. De acordo com a Apple, é possível trabalhar com vídeos ProRes 8K no DaVinci Resolve sem perder um único quadro.

As melhores ofertas do iPhone 11 e do 11 Pro na Black Friday

iPhone 12 Pro e iPhone 12 Pro Max com 5G tudo o que vocês precisa saber antes de comprar o seu

Iphone 12 e 12 mini tudo o que vocês precisa saber antes de comprar o seu

Outro trunfo do processador Apple Silicon é a eficiência energética: com promessa de maior economia de bateria, o MacBook Pro deve entregar autonomia para até 20 horas – o dobro da duração da geração anterior e a maior estimativa já vista para um Mac.

Além disso, vale ressaltar um dos pontos altos resultantes da combinação do novo processador com o macOS Big Sur: uma coleção maior de aplicativos disponíveis para Mac.

O laptop conta com câmera FaceTime HD de 720p, duas portas Thunderbolt/USB4, Magic Keyboard retroiluminado, Touch Bar, Touch ID, sensor de luz ambiente e Trackpad Force Touch, que permite um controle mais preciso de cursos e conta com sensores de pressão. As especificações de áudio inclue alto-falantes estéreo com alto alcance dinâmico e compatibilidade com Dolby Atmos e três microfones com “qualidade de estúdio”, de acordo com a fabricante. Também há entrada para fones de ouvido (3,5 mm).

Com M1, o Mac oferece níveis de desempenho sem precedentes, vida útil de bateria extraordinária e acesso a mais software do que nunca. Foto: Apple

Preço e disponibilidade do MacBook Pro com M1

Ainda não há informações sobre quando o MacBook Pro com chip M1 chega ao mercado nacional, mas o preço de lançamento no Brasil já foi revelado pela Apple: R$ 17.299 para a versão com SSD de 256 GB (8 GB de RAM) e R$ 19.799 no modelo de 512 GB (8 GB de RAM).

Nos Estados Unidos, os computadores já estão disponíveis para encomenda, com entrega prevista para a partir da próxima semana.

O MacBook Pro de 13 polegadas com M1 oferece desempenho revolucionário e a bateria mais longa de todos os tempos.

macOS Big Sur

Todos os novos Macs vêm com Big Sur, a versão mais recente do sistema operacional de desktop mais avançado do mundo. Big Sur apresenta um belo design totalmente novo, mas instantaneamente familiar, e atualizações poderosas para aplicativos, incluindo Safari, Mensagens e Mapas. Big Sur foi projetado, em seu núcleo, para tirar o máximo proveito de toda a capacidade e potência do M1, proporcionando um aumento massivo no desempenho, vida útil da bateria surpreendente e proteções de segurança ainda mais fortes. Com M1, as coisas que os usuários fazem todos os dias parecem notavelmente mais rápidas e suaves. Assim como o iPhone e o iPad, o Mac agora desperta instantaneamente do repouso. Navegar com o Safari – que já é o navegador mais rápido do mundo – agora é até 1,5x mais rápido executando JavaScript e quase 2x mais responsivo. 6Com Big Sur e M1, os usuários de Mac podem executar uma variedade maior de aplicativos do que nunca. Todo o software Mac da Apple agora é universal e funciona nativamente para sistemas M1. Os aplicativos Mac existentes que não foram atualizados para a Universal funcionarão perfeitamente com a tecnologia Rosetta 2 da Apple. E os aplicativos do iPhone e iPad agora podem ser executados diretamente no Mac. Além disso, as bases do Big Sur são otimizadas para desbloquear o poder do M1, incluindo tecnologias de desenvolvedor de Metal para gráficos a Core ML para aprendizado de máquina.